Opinião «13 Minutos» de Sarah Pinborough

Título: 13 Minutos

Autora: Sarah Pinborough

Edição: Maio 2017

Tradução: Cláudia Brito

Páginas: 368

Editora: Bertrand Editora

ISBN: 9789722533775

Sinopse

Estive morta durante 13 minutos… e agora quero saber porquê.

Natasha esteve morta durante 13 minutos. Salva de um lago gelado por um professor de música, regressa a casa sem conseguir lembrar-se do que aconteceu.

Intercalando diversos registos (o diário de Natasha, a narração de uma sua “ex-melhor amiga”, os relatórios da psiquiatra, as investigações da polícia, as notícias de jornal, etc.), o que confere à narrativa uma vivacidade e suspense notáveis, os fios da intriga vão-se entrelaçando com mestria.

As descrições da psique e do quotidiano dos adolescentes de dezasseis anos é absolutamente notável.

Todas as personagens são suspeitas à sua maneira e a intriga não é de modo nenhum óbvia, conseguindo criar uma tensão consistente e uma ambiguidade narrativa que nos deixa interessados e expectantes.

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTRAND

Opinião

O livro inicia-se logo com um momento dramático, o salvamento de Natasha, a adolescente que caiu ao rio e que foi salva por um homem que ia por ali a passar. Ainda assim, a jovem esteve morta durante 13 minutos e, quando sai do coma, não se lembra do que aconteceu.

A partir daqui desenvolve-se uma desconfiança generalizada e, aos poucos, vamos tecendo as nossas próprias teorias.

A narrativa foca-se nas ligações e relações entre amigas e colegas de escola, adolescentes, nas suas amizades e desamizades, no medir de popularidades.

Encontramos muitos estereótipos que associamos mais às escolas norte americanas, embora a vida destas personagens se desenrole em Inglaterra: as populares (aqui designadas de Barbies), as festas com muito álcool, sexo e droga, o bullying, as redes sociais no seu pior.

As personagens, na sua maioria, sejam pais, filhos, namorados, amigos, colegas, não se caracterizam pelos seus valores morais, antes pelo contrário, são fúteis, desapegadas ou maquiavélicas.

Durante o desenrolar da história, demoramos muito tempo a juntar as peças para perceber o que realmente aconteceu e só mesmo no fim é que temos acesso ao desfecho completo. Com alguns plot twists que nos ajudam a manter agarrados à história que se torna cada vez mais intrigante até ao final.

Um thriller leve indicado para novos leitores deste género.

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *