A Felicidade É Inútil, de Clóvis de Barros Filho

Atenção: este livro não ensina ninguém a ser feliz, Esqueçamos os eufemismos: a felicidade é inútil. Ser feliz não «serve» para nada; é um bem em si mesmo. Quem o diz é Clóvis de Barros Filho, um dos speakers de maior sucesso no Brasil, no seu livro A Felicidade É Inútil, que chega amanhã às livrarias nacionais.


No entanto, o autor – que é também apresentador de um dos podcasts mais ouvidos no Brasil e tem publicados diversos bestsellers nas áreas da comunicação, da ética e do desenvolvimento pessoal – explica que ao afirmar que a felicidade é inútil não está a sugerir que não tenha valor, que seja negativa, que não valha a pena persegui-la ou compreender do que se trata. «Nada disso, pelo contrário, até. Porque, para nós, o inútil pode ser benéfico. Por outras palavras: não prestar para nada, ou não ter utilidade, pode indicar uma preciosidade. Um valor inestimável. O próprio bem supremo. Insuperável.» Se esta ideia lhe desperta inquietação, o autor desafia-o a ler A Felicidade É Inútil, em nome da reflexão.


No prefácio do livro, a Monja Coen, monja zen budista, diz: «Felicidade inútil. Por não servir para nada especificamente, serve para tudo. Aprecie a mente do professor Clóvis, que fala alto, vê mais longe que uma águia e ouve melhor do que um cão (…). Ele revela o mais íntimo de cada um de nós, leitoras e leitores. Aceite o desafio. Pense, repense, conclua, duvide, reviva.»

Sinopse:
«ESTE LIVRO NÃO ENSINA NINGUÉM A SER FELIZ. Nem a viver momentos de felicidade. Também vou ficar a dever alguma fórmula para medir ou simplesmente diagnosticar a felicidade própria ou alheia. No entanto, ao longo das páginas, aqui e acolá, pode haver algum prazer. Uma satisfação decorrente da graça de uma ideia, da pertinência de algum exemplo. Ao afirmar que a felicidade é inútil, não sugiro que ela não tenha valor. Que seja má. Que não valha a pena atingi-la ou entender do que se trata. Pelo contrário. O inútil pode ser bom. Não prestar para nada pode indicar uma preciosidade inestimável. O bem supremo.


Aqui você começa a coçar a cabeça: Como assim? Onde pode estar o valor de uma coisa que não presta para nada? Se esse questionamento não lhe interessa, se o que você espera da leitura de algo com “felicidade” no título não coincide com o que este livro promete, o melhor é voltar a pô-lo na estante. Agora, se a ideia de uma coisa inútil ser preciosa desperta uma inquietação em si… SIGA PARA A CAIXA.»

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTRAND

Sobre o autor:
Clóvis de Barros Filho é um dos conferencistas mais requisitados do Brasil, tendo já falado para milhões de pessoas na Europa e em toda a América Latina, bem como consultor em várias multinacionais de renome. É docente na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo há mais de 30 anos. É autor de diversos livros na área da comunicação, da ética e do desenvolvimento pessoal, todos bestsellers de destaque, e apresentador de um dos podcasts mais ouvidos no Brasil.

Sobre o Livro:
Género: Desenv. Pessoal e Espiritual, Autoajuda

Adaptação: Ana Rita Silva

Formato: 15×23,5cm

Nº de páginas: 168

PVP: € 15,50

ISBN: 9789896876760

Author: Sílvia Reis

Professora de Inglês e Alemão e tradutora é, hoje em dia, mãe a tempo inteiro e trabalhadora multi-funções em part-time. O pouco, muito pouco, tempo livre que lhe resta, é utilizado para ler. Podem segui-la no Blog O Dia da Liberdade, no facebook e no instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *