Ana dos Cabelos Ruivos: Novela Gráfica, de Mariah Marsden

Uma edição que torna acessível o clássico de Lucy Maud Montgomery, com beleza e um estilo moderno, e ao mesmo tempo fiel à época em que se desenrola a história. Narrativa cheia de pureza e valores universais e que promove a coragem, a bondade, a alegria, a superação e a resiliência.

O clássico de Lucy Maud Montgomery encontra uma nova expressão nesta novela gráfica a cores, muito apelativa para as novas gerações de leitores. Quando Matthew e Marilla Cuthbert decidem adotar um órfão para os ajudar na sua quinta, não fazem ideia das boas surpresas e inesperados problemas que os aguardam. Com cabelos ruivos e uma imaginação imparável, Ana Shirley, de 11 anos, vai agitar a quinta Green Gables.

A vida dos dois irmãos nunca mais será a mesma, nem a dos habitantes da pequena vila de Avonlea.

Ninguém esquecerá a magia e a beleza de Green Gables, e muito menos esta personagem alegre, corajosa, inteligente e bondosa. «Uma adaptação encantadora e feliz deste clássico tão apreciado.»

Kirkus Review 

«Os recém-chegados ao universo de Ana e os fãs devotos vão devorar esta vibrante adaptação.»

Publishers Weekly 

Uma edição que torna acessível o clássico de Lucy Maud Montgomery, com beleza e um estilo moderno, e ao mesmo tempo fiel à época em que se desenrola a história. Narrativa cheia de pureza e valores universais e que promove a coragem, a bondade, a alegria, a superação e a resiliência.

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTRAND

Sobre as Autoras:

Mariah Marsden é uma escritora norte-americana. Ex-bibliotecária, obteve o mestrado em Escrita Criativa e Artes dos Media na Universidade de Missouri — Kansas City.

Brenna Thummler (ilustradora) é formada pelo Ringling College de Arte e Design, na Florida, e recebeu uma bolsa da Sociedade de Ilustradores Zankel Scholar.

Esta é a sua primeira história em banda desenhada.

Author: Sílvia Reis

Professora de Inglês e Alemão e tradutora é, hoje em dia, mãe a tempo inteiro e trabalhadora multi-funções em part-time. O pouco, muito pouco, tempo livre que lhe resta, é utilizado para ler. Podem segui-la no Blog O Dia da Liberdade, no facebook e no instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *