“Desobediência Civil” de Henry David Thoreau

O ensaio clássico de 1849 que inspirou Mahatma Gandhi e Martin Luther King

Texto basilar na inspiração de vários movimentos políticos – destacando-se a sua influência na luta de Martin Luther King e de Mahatma Gandhi – este é um manifesto inquietante sobre a pertinência e justiça dos Governos, sobre a democracia e sobre as leis que regem os assuntos comuns da sociedade.

Apesar de ter sido publicado pela primeira vez em 1849, o desassossego de Thoreau continua sempre atual, uma reflexão sobre o que será mais importante: seguir cegamente as regras – mesmo que injustas, que favoreçam os fortes e que oprimam as minorias – ou lutar pelo que se acredita estar certo, como a busca pela justiça, pela paz e pela liberdade.

E, como sublinha o autor, estas ações de um “verdadeiro homem justo” serão tomadas independentemente das consequências e mesmo que isso implique revolta e, em último caso, a desobediência civil. Foi esta atitude que lhe valeu uma noite na prisão, em julho de 1846, por se recusar a pagar impostos “a um Estado esclavagista”.

Porque, para Thoreau, “Não nos podemos transformar nos agentes da injustiça que condenamos” e, “Se quando pensa, quando imagina, quando fantasia, um indivíduo é livre, não há governante nem reformador que lhe possa pôr travão.”.

Sinopse

Neste ensaio de 1849, Henry David Thoreau defende que não devemos permitir que os governos controlem a nossa consciência e muito menos que nos tornem agentes de injustiça. Para Thoreau, a “desobediência civil” é uma forma de luta legítima e pacífica contra a opressão e os atropelos a que estão sujeitos os mais fracos.

Nascidas em oposição à guerra e às leis esclavagistas da época, as ideias de Thoreau acabaram por inspirar nomes incontornáveis da História, como Gandhi e Martin Luther King, e batalhas que trouxeram mais liberdade e igualdade aos dias de hoje, como os movimentos sufragistas ou pelos direitos civis.

Mais de um século após a sua edição original e numa época em que grassam a violência, o racismo, a xenofobia e as injustiças, poucos clássicos e poucos ideais poderiam fazer tanto sentido como este Desobediência Civil.

COMPRAR

Sobre o Autor

Henry David Thoreau Nasceu em 1817 e faleceu a 1862. Foi um filósofo e autor norte-americano nascido em Concord, Massachusetts.

Considerado um dos nomes maiores do transcendentalismo, um dos pioneiros do movimento ecologista e um dos mais importantes escritores norte-americanos, defendeu sempre a liberdade individual, o pacifismo e o contacto com a Natureza.

Entre as suas dezenas de trabalhos encontra-se Desobediência Civil (1849), que escreveu após uma noite passada na prisão, por se ter recusado a pagar impostos que, segundo o próprio, financiavam a guerra entre os EUA e o México e as leis esclavagistas a que se opunha.

O seu pensamento inspirou grandes nomes e movimentos que mudaram a sociedade, aos quais devemos um mundo mais justo e mais livre do que aquele em que viveu Thoreau.

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *