“Meditações” de Marco Aurélio

A sabedoria de um imperador estoico para uma vida virtuosa

Meditações, de Marco Aurélio, é uma das mais conhecidas obras da Antiguidade Clássica e está disponível a partir do dia 18 de fevereiro, publicado pela Ideias de Ler, chancela da Porto Editora especializada em obras de não-ficção.

Alguns poderão questionar-se sobre a pertinência que as “meditações” de um imperador romano que viveu há cerca de dois mil anos poderão ter no mundo atual. A resposta está nas palavras contidas nesta obra.

Composto como um diário dividido por 12 livros, Meditações apresenta um conjunto de máximas e de reflexões pessoais, profundamente enraizadas no modo de pensar que caracteriza a filosofia estoica.

Escritos durante um período turbulento, com os povos bárbaros que acossavam as fronteiras e a terrível peste antonina que grassava descontroladamente, os seus textos revelam um homem de ação que procurava a serenidade indispensável à eficácia, um homem para quem os atos humanos possuíam um valor profundo e duradouro.

O facto de Marco Aurélio ter escrito esta obra numa época de pandemia confere às suas Meditações um maior significado nos dias que correm. A peste antonina alterou completamente a vida dos habitantes do império, e Marco Aurélio, assumindo o seu papel de líder, fez tudo ao seu alcance para atenuar os seus efeitos: aconselhou-se junto de médicos, procurou fundos para combater a doença, diminuiu os gastos imperiais, reduziu os impostos, cancelou jogos e eventos desportivos, cessou atividades comerciais e enfrentou uma profunda crise económica.

Apesar de todas as dificuldades e provações, ao ter colocado em prática os pensamentos plasmados nos seus diários, o exemplo virtuoso do imperador fez com que este tenha sido o último a manter intacta a pax romana e que o seu tempo tenha sido descrito como “um reinado de ouro”.

Mais do que uma compilação de aforismos, Meditações é um guia de condutas que convida à reflexão sobre a forma como vivemos a nossa vida e como nos relacionamos com os outros, procurando a virtude e a perfeição moral em cada dia.

Sinopse

Meditações reúne uma série de diários do imperador romano Marco Aurélio. Escritos para aperfeiçoamento pessoal, os textos revelam um verdadeiro líder que reflete sobre a autodisciplina, a humildade, a racionalidade e a natureza das emoções.

O facto de ter escrito esta obra quando o império era fustigado por uma peste confere às suas reflexões um maior significado nos dias que correm.

Ao registar os seus pensamentos, Marco Aurélio criou uma das maiores obras da filosofia estoica, que continua a ser admirada e consultada por líderes e pensadores da atualidade.

Um guia intemporal sobre o poder da resiliência em tempos de adversidade.

COMPRAR

Marcus Annius Verus (121-180 d.C.) foi adotado pelo imperador Antonino Pio e sucedeu-lhe em 161. Apesar de o seu governo ter sido marcado por graves disputas internas, Marco Aurélio é evocado como um excelente administrador e um dos maiores líderes da História. Dedicou-se ao estudo e à reflexão filosófica, fortemente influenciado pelos princípios do Estoicismo, que se revelam nestes diários.

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *