«O Fruto Proibido, Uma história cultural da vulva» de Liv Strömquist

O que é que têm em comum Santo Agostinho, a Inquisição Espanhola, Jean-Paul Sartre, John Harvey Kellogg – sim, o dos cereais homónimos – e Sigmund Freud? Para Liv Strömquist, todos estes homens perderam demasiado tempo a pensar e a julgar a sexualidade e o corpo feminino.

O Fruto Proibido, Uma História Cultural da Vulva mostra como, ao longo dos séculos, as várias teorias e diagnósticos masculinos sobre a anatomia feminina tiveram consequências devastadoras na sexualidade, saúde e direitos das mulheres.

Já nas livrarias.

Sinopse

Desde os tempos de Adão e Eva que a vulva, a vagina, o clítoris, a menstruação e o orgasmo feminino têm vindo a ser punidos, exaltados, patologizados, politizados, controlados, delimitados. Liv Strömquist mostra-nos como diferentes culturas, ao longo da História, moldaram a saúde das mulheres, os seus direitos e as suas liberdades.

Na tradição de cartunistas como Art Spiegelman (Maus), Marjane Satrapi (Persépolis), Alison Bechdel (Dykes to Watch Out For) e Kate Beaton (Hark! A Vagrant), Strömquist usa a novela gráfica como meio artístico para expor verdades desconfortáveis e revelar o quão pouco o mundo muda.

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTRAND

Sobre a Autora

Liv Strömquist é ativista, podcaster e uma das mais respeitadas cartunistas da Suécia. Licenciada em ciência política, teve o primeiro êxito com Hundred Percent Fat (2005), ao qual se seguiram obras como Operation (2007), Einstein’s Wife (2008), Prince Charles’ Feelings (2010), Yes to Life (2011), Rise & Fall (2016) e The Reddest Rose (2022).

O Fruto Proibido é o seu primeiro título publicado em Portugal.

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *