O Grande Guarda-Chuva, de Amy June Bates

Um apelo ao acolhimento e à integração


À porta, há um grande guarda-chuva. É tão grande que, quando começa a chover, consegue abrigar toda a gente. Que ninguém se preocupe se tem ou não espaço para si. Não importa que aspeto tenha ou de onde venha. Há sempre lugar para mais um.


Um livro que apela, com simplicidade e ternura, ao acolhimento e integração de todos. A sua leitura é um bom pretexto para conversas sobre a importância de cada pequeno gesto de bondade e de estarmos atentos a quem mais precisa.


Ilustrações exuberantes, em aguarela e guache, com subtileza poética, e um texto inspirador e intemporal. «Um livro subtil, aparentemente simples, sobre inclusão, hospitalidade e boas-vindas ao “outro”».
—Kirkus Review


«Uma metáfora que usa um guarda-chuva para representar a bondade e a inclusão.»
— School Library Journal


«Há um tom calmo e feliz neste livro, e uma maravilhosa mistura entre realismo e fantasia, que o torna envolvente, entusiasmante e cheio de encanto. Cruza o limiar do possível e do impossível.»
— The Picture Book Review

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTRAND

Sobre a Autora:

Amy June Bates é uma ilustradora americana com mais de 50 livros publicados. A paixão pelo desenho começou aos três anos e nunca mais parou. Cresceu com seis irmãos e irmãs mais novos, e morou em diferentes estados dos EUA.

Author: Sílvia Reis

Professora de Inglês e Alemão e tradutora é, hoje em dia, mãe a tempo inteiro e trabalhadora multi-funções em part-time. O pouco, muito pouco, tempo livre que lhe resta, é utilizado para ler. Podem segui-la no Blog O Dia da Liberdade, no facebook e no instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *