“O que contamos ao vento” de Laura Imai Messina

Baseado na existência real do Telefone do Vento, é o romance de estreia de Laura Imai Messina.

Uma história inesquecível da profundidade da dor, da leveza do amor e do desejo humano de manter perto do nosso coração as pessoas que já não estão connosco.

«Conheci o Telefone do Vento em 2011, quando já levava muitos anos a morar no Japão. Fiquei impressionada com a magia de um lugar que existe realmente, onde as pessoas pegariam no telefone de uma cabine fora de funcionamento para falar com os seus mortos. Um canto do mundo onde ainda se contam coisas ao vento, para que elas cheguem ao que estão agora do outro lado. A perda afecta a todos os seres humanos. Mais tarde ou mais cedo, ficamos para trás. Quem já amou um dia encontra-se nessa posição. Ainda assim, a história continua. O Telefone do Vento é o lugar onde o pensamento se torna palavra, e a palavra pesa menos no coração do que no pensamento. Uma pessoa tem de pôr os sentimentos em ordem para falar com outra. O Telefone do Vento ajuda a dar esse salto.»
Laura Imai Messina

Sinopse

No lado íngreme de Kujira-yama, a Montanha da Baleia, existe um imenso jardim chamado Bell Gardia. No meio há uma cabine, dentro da qual repousa um telefone que não funciona, carregado de vozes sopradas ao vento. De todo o Japão, milhares de pessoas que perderam alguém passam por ali todos os anos e usam o telefone para falar com aqueles que já partiram.

Yui é uma jovem de trinta anos, e 11 de Março de 2011 é a data que a mudou para sempre. Naquele dia, o tsunami varreu o país onde mora, engoliu a sua mãe e a sua filha, tirou-lhe a alegria de estar no mundo. Ao saber, por acaso, daquele lugar surreal, Yui vai até Bell Gardia e conhece Takeshi, um médico que mora em Tóquio e tem uma filha de quatro anos, que emudeceu no dia em que a mãe morreu.

Quando Yui percebe que aquele lugar precioso corre o risco de ser arrasado por um furacão, decide enfrentar o vento, tanto aquele que sacode a Terra como o que levanta a voz de quem já não está presente.

Sobre a Autora

Laura Imai Messina nasceu em Roma. Aos 23 anos, mudou-se para Tóquio, onde obteve um Doutoramento na Universidade de Estudos Estrangeiros de Tóquio. É professora em algumas das universidades mais prestigiadas da capital japonesa.

Depois de alguns romances publicados em Itália, O que Contamos ao Vento, baseado na   existência real do Telefone do Vento, é a sua estreia internacional. Os direitos foram vendidos para mais de 20 países antes da sua publicação em Itália, onde vendeu mais de 30 000  exemplares e se manteve na lista de mais vendidos durante mais de 13 semanas.

COMPRAR

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *