«Queimar Depois de Escrever» de Sharon Jones

Pessoal e intransmissível: Queimar Depois de Escrever

Até que ponto é sincero quando ninguém está a ver?

Pensado como um diário para contornar o uso das redes sociais como um enorme confessionário, numa era em que tudo se partilha pelos feeds e murais. Este é um caderno privado, um registo “antissocial” destinado a ser escondido ou, como sugere o título, queimado depois de terminado.

Queimar depois de escrever já vendeu mais de 1 milhão de cópias em todo o mundo, tornando-se num verdadeiro fenómeno de popularidade, mesmo nas redes sociais.

Sinopse

Até que ponto consegue ser sincero, quando ninguém está a ver?

Instagram, Facebook, WhatsApp, Snapchat, TikTok, YouTube… o mundo tornou-se não só um gigante feed de notícias, mas também um enorme confessionário.

Queimar Depois de Escrever desafia-o a fazer precisamente o contrário: não partilhar nada.

Está na hora de jogar Verdade ou Consequência consigo próprio, e só pode escolher a verdade…

Ultrapasse os seus limites, reflita sobre o seu passado, presente e futuro e crie um livro secreto que é sobre si e só para si. Revele-se. Descubra-se.

Quando terminar, deite-o fora, esconda-o ou…

Queime depois de escrever.

COMPRAR na WOOK

COMPRAR na BERTAND

Nas livrarias a 2 de setembro

Boas Leituras ❤️

Author: Ana Rute Primo

Licenciada em Educação, com especialização em Pedagogia Social e da Formação, empreendedora e autodidata do mundo digital, apaixonada por livros (tanto faz que sejam em papel como em formato ebook), viciada em bibliotecas e livrarias, adora animais e a natureza, preza o silêncio e o bem-estar físico e emocional. Traz sempre a família no coração. Podem segui-la no instagram em https://www.instagram.com/anaruteprimo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *