“Tu” de Caroline Kepnes

(Encontre na Wook)

«Um thriller fantástico e perturbador… O género de livro que nos põe totalmente em suspenso.»

Glamour

«Um olhar sobre a ténue linha entre a sedução e a perseguição… Uma leitura surpreendentemente interessante.»

The Guardian

Sinopse

Trailer: https://www.netflix.com/pt/title/80211991

Uma jovem atraente e aspirante a escritora entra na livraria em East Village onde Joe Goldberg trabalha. O seu interesse imediato por esta mulher leva-o a pesquisar no Google o nome que consta no cartão de crédito que ela usa para pagar. Trata-se de Guinevere Beck, e Joe constata que na cidade de Nova Iorque há apenas uma pessoa com aquele nome. Guinevere utiliza incessantemente as redes sociais, o que permite a Joe ir descobrindo os detalhes mais íntimos da vida dela: é simplesmente Beck para os amigos, frequentou a Brown University, mora na Bank Street, nessa noite irá a um bar em Brooklyn – o lugar perfeito para um encontro casual.

À medida que Joe vai controlando a vida de Beck, de forma obsessiva e sem que ninguém se aperceba, ele vai removendo os obstáculos que se interpõem entre ambos e faz tudo para que ela caia nos seus braços – mesmo que isso implique matar.

Tu, é um thriller arrebatador, com suspense permanente e de leitura compulsiva, já comparado aos melhores livros do género e muito elogiado por Stephen King.

Esta obra de estreia da Autora Caroline Kepnes, foi adaptada a série pela NETFLIX.

Ficha técnica

ISBN: 9789722363990
Edição ou reimpressão: 06-2019
Editor: Editorial Presença
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 229 x 25 mm
Encadernação: capa mole
Páginas: 392
Coleção: Grandes Narrativas

Author: Diogo Coutinho

“A leitura engrandece a alma” (Voltaire) 18 anos. Estudante de Gestão que faz contas aos livros que lê. :) Adoro o cheiro branco a livros novos. A textura delicada das folhas ainda por manusear. As capas e as lombadas que tão naturalmente decoram a minha estante… Mas, acima de tudo, não me contenho perante as palavras leves ou firmes, suaves ou ásperas, que nos permitem viajar, viver e sonhar. Ver com os olhos do outro. Sentir com o seu coração… Abranger o universo que nenhum número poderá algum dia significar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *